top of page
  • Foto do escritorSite Instituto

Bioestimulador ou preenchimento facial? Saiba qual o melhor tratamento

Uma das grandes dúvidas dos pacientes é qual dos tratamentos fazer: bioestimulador ou colágeno, mas você sabe qual é a diferença entre os dois?


Com o envelhecimento, é natural que o colágeno diminua; perdemos a qualidade e quantidade dessa proteína, o que deixa a pele mais flácida. Ao mesmo tempo, há uma queda no volume dos coxins de gordura, ou seja, a camada gordurosa que fica localizada abaixo da superfície da pele. À medida que vamos envelhecendo, os coxins podem descer dando um aspecto mais esqueletizado do rosto. É como se a estrutura da face derretesse, surgindo as rugas e sulcos.


O bioestimulador é muito utilizado em casos de flacidez de pele, seja facial ou corporal, portanto nesses casos de absorção da gordura é o mais indicado. O produto injetado na pele vai estimular as células que estão mais lentas na produção do c


olágeno. Na aplicação existem camadas específicas para isso, então há uma técnica acerca do processo. Os resultados não são imediatos, ficam perceptíveis a partir de 30 dias a 90 dias.


O preenchimento é utilizado quando é necessário dar volume ao rosto, mas sem deixá-lo artificial e desarmônico Ele repõe estruturas que nós vamos perdendo com o tempo com a aplicação de ácido hialurônico nas regiões necessárias.


Existem três produtos que são os mais utilizados no mercado, entre eles o ácido polilático e a hidroxiapatita de cálcio. A função deles é fazer com que a célula produza o colágeno perdido para que haja uma poupança da proteína com o decorrer dos anos. Também é importante reforçar que a alimentação e os hábitos de vida são fundamentais para a produção de colágeno e para a qualidade da pele.


Mas ainda não sei, qual eu faço? O bioestimulador e o preenchimento são tratamentos diferentes com funções específicas de acordo com as necessidades do seu rosto.


Quando o problema maior é a flacidez, o indicado é bioestimulador. Casos de preenchimento são necessários para repor volume e reestruturar as partes faciais. Se você tem uma queda de malar, uma flacidez da lateral, uma perda de contorno da sua mandíbula, um lábio fino ou olheiras, o melhor é o preenchimento com ácido hialurônico.


É importante saber que existem vários tipos de ácido hialurônico, de diversas densidades diferentes, e cada densidade é aplicada em cada ponto do rosto. Não existe um que faça tudo. É muito importante a avaliação do seu dentista para analisar qual é o tratamento ideal para você. O que funciona para um nem sempre dá certo para o outro.


Ficou alguma dúvida? Agende uma consulta que ajustaremos os procedimentos adequados!


Dra Iasmyne Lamonier

CRO 122561/SP

219 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page